Ciclismo Marginal

Comentava com a minha mulher a beleza da Estrada Marginal, ou da estrada da Linha do Estoril. Sem dúvida que é uma das estradas mais belas de Portugal e até do mundo com vista quase constante para o mar e suas praias. Sendo um troço de transporte principalmente para carros transparece uma ideia que se baseia na existência de outros veículos a circularem nesta bela estrada.

Refiro-me principalmente aos ciclistas de variadas idades e condições físicas . Como não ando na marginal de bicicleta tenho dificuldade em perspetivar o sentimento dos ciclistas mas não tenho dúvidas que estes se expõem a situações de perigo devido às circunstâncias assim como ao comportamento dos diferentes traficantes.

Como automobilista devo dizer que a presença de tanto ciclista na marginal não é segura nem aconselhável. A maior parte dos troços da estrada são de 70 kms/ hora. Não há ciclista que possa andar a essa velocidade, pelo que terão que continuamente ser ultrapassados.Ora isto ocasiona situações acrescidas de risco especialmente levando em conta que muitos ciclistas não se parecem preocupar com as suas próprias limitações e muitos até não cumprem as regras a que se consideram ter direito, passando por exemplo por sinais vermelhos e não contribuindo suficientemente para serem ultrapassados.

O ciclismo é sem dúvida nenhuma uma atividade salutar mas penso que deveriam haver alternativas para a prática deste desporto/recreio que não seja a circulação pela Marginal.