Os americanos

she loves you

A malta da Praceta ficava sempre muito avolumada nas férias e aos fins de semana. Eu por exemplo comecei  a frequentar a Praceta ainda antes de me mudar para lá. Algumas das memórias que tenho e que gosto de partilhar são tambem desse tempo.

A ponte sobre o Tejo terá sido começada a construir em 1962 e a empresa que tinha vencido o concurso fôra  a United States Steel  International. Era portanto natural que tivessem vindo viver para Carcavelos familias americanas.

Vinham e traziam a sua cultura, que no que diz respeito ao desporto, é bem diferente da portuguesa. À s vezes era uma festa que de repente se formava quando saíam à rua familias inteiras munidas de bats, luvas e bolas para jogar ao Baseball. Recebemos assim, os miúdos da Praceta, algo American e que se permitia comparar ao nosso futebol.

Lembro-me de duas irmãs e Conny e a Terry que andavam sempre de shorts e lembro-me do Steve? que foi quem me mudou a vida musical ao falar-me dum grupo que se chamava Beatles. Até entao estávamos mais interessados em aprender asneiras americanas e a ensinar as nossas.  Como reação á minha completa ignorancia e algum desinteresse em musica o rapaz convidou-me a subir ao apartmento dele, uns andares em cima do Café do Atlantico e pôs o “She loves me” a tocar. Pronto, fiquei rendido e ainda hoje o estou!

She loves you, yeah, yeah, yeah
She loves you, yeah, yeah, yeah
She loves you, yeah, yeah, yeah, yeah

You think you lost your love,
When I saw her yesterday.
It’s you she’s thinking of
And she told me what to say.
She says she loves you
And you know that can’t be bad.
Yes, she loves you
And you know you should be glad. ooh!