Datas e dados

Embarque

Há datas que ficam marcadas na memória individual e colectiva. Talvez mais o acontecimentos do que as datas em si. Naquele começo da década de 60 em que eu próprio começava a perceber e a interessar-me algo sobre o mundo recordo-me de algumas e vou aqui no blogue referir-me a elas tentando recordá-las como as vivi e não fazendo análises,  hoje fruto de acumuladas experiencias e conhecimentos posteriores aos acontecimentos em si.

Nos principios de 1961 corriam noticias nas emissoras  nacionais em como nas provincias ultramarinas, mais concretamente em Angola grupos de terroristas tinham morto uma série de pessoas inocentes. A palavra terrorista era nova e não sei muito bem se sequer a sabia dizer com os meus então 9 anos de idade. Curiosamente as pessoas à minha volta não falavam destas noticias nem se travava um diálogo informativo sobre o que verdadeiramente se passava. Tenho a certeza que os adultos discutiam os acontecimentos em grupos restritos e tentariam por intermédio da imprensa estrangeira colher mais dados.

Mais tarde nesse ano recordo-me, ao entrar para a lição de canto coral no colégio Valsassina de alguem falar ou referir que as nossas provincias na India, Goa, Damão e Diu tinham sido atacadas e ocupadas por tropas indianas. Na minha cabeça só via um série de sujeitos de turbante a ocupar umas terreolas e que isto tinha causada tanta indignação no nosso governo que um senhor velhote de voz esganida se tinha queixado imenso. Penso que naquela altura pensei mesmo que os portugueses com as tropas ali da Artilharia 1 já estariam a embarcar para a guerra da India. Não aconteceu nesse dezembro de 1961.

Uma terceira situação essa sim universal foi a noticia de que o presidente Kennedy tinha sido morto a tiro em Dallas.Isto ocoorreu em 1963 no dia 22 de novembro e quem estava vivo nessa altura certamente que se recorda onde estava e o que pensou. Eu estava no hall de entrada da casa da Eng. Miguel Pais. Fiquei triste e chocado, pois o presidente Kennedy parece que era considerado e querido da maior parte das pessoas.