O internato (1)

colégio valsassina

Eu e o meu irmão Pedro fomos alunos internos do Colégio Valsassina! Significa isto que guardamos memórias únicas e pessoais desse período da nossa vida. Se o Pedro ler estes textos poderá eventualmente contribuir com as suas memórias. Fomos lá parar assim de repente… Os nossos pais tinham problemas…Estavam em processo de separação e a solução encontrada foi pôr-nos no Colégio!

Éramos muito pequenos teriamos uns 10 a 12  anos nessa altura! Dormíamos numa camarata enorme e foi evidentemente com bastante estranheza que nos adaptámos às novas condições. Havia disciplina própria, horários para cumprir. Novas comidas para comer no refeitório do Colégio onde me recordo que comia o que ma davam sem protesto mas que não gostava duma salsicha tipo paio às rodelas, que continha uns grão de pimenta que não eram para o meu paladar!

Nas camaratas, após o ritual das lavagens de dentes, e uma vez deitados, imperava o silencio! Nunca tinha vivido assim tão perto de tantos desconhecidos e recordo-me uma das primeiras reflexões que fiz foi o da diferença de técnicas de lavagem de dentes que havia. Um dos miúdos por exemplo fazia enormes quantidades de espuma com que enchia a boca!

Os alunos do internato tinham diferentes idades. A maior parte eram mais velhos. Não me recordo de alguma vez ter sido maltratado por esses rapazes. O sentimento acabava por ser aquele duma grande familia. Uma vez fiquei muito impressionado quando fiquei um fim de semana na escola e puseram um gira-discos num local onde estavam umas mesas de pingue-pong. Vários rapazes mostravam então como se dançava o Twist. Foi bem divertido e eu admirava-os imensamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.