Pensão o Grego

o grego

A praia das maçãs teria sido a primeira praia a que ía a minha familia. Isto estaria relacionado com a história que associava o meu pai em pequeno a frequentar essa praia. Alem da relação do Colégio Valsassina com a estação de veraneio e balnear tambem a minha avó Bua para lá ia passar temporada.

É disso que hoje me estou a lembrar, dessa praia, que ficou com esse nome porque segundo diziam, a ribeira que aí ía desaguar trazia fruta caída ( maçãs) dos pomares por onde passava. Antigamente ninguem ligava muito às praias. Só a partir do século XX é que as pessoas começaram a procurar as praias tanto para banhos de sol como para banhos de mar. Isto tambem terá que ver com o aprarecimento de algo a que se chamou férias.

Na geração da minha avó e refiro-me a ela pessoalmente as senhoras não se punham ao sol de livre vontade. Não havia o culto da pele bronzeada como um fator de beleza, antes pelo contrário, Quanto a banhos de mar ainda me lembro alguma vez de ver grupos de pessoas do campo vestidas pos pés à cabeça a molharem os pés. As águas da praia das maçãs são traiçoeiras. Para os meninos tomarem banho havia um serviço especial que consistia em dar dinheiro a um banheiro que pegava na criança em questão e a mergulhava debaixo duma onda. Não era das coisas preferidas a que me sujeitaram, mas pronto…Fica-se a saber porque é que esses trabalhadores das praias se chamavam banheiros!

A minha avó ía para o Grego,uma pensão empoleirada sobre a falésia com vista para a praia e para o mar. Lembro-me particularmente dumas gaiolas que lá havia com umas rolas que penso não eram para consumo…mas quem sabe?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.