Os americanos

she loves you

A malta da Praceta ficava sempre muito avolumada nas férias e aos fins de semana. Eu por exemplo comecei  a frequentar a Praceta ainda antes de me mudar para lá. Algumas das memórias que tenho e que gosto de partilhar são tambem desse tempo.

A ponte sobre o Tejo terá sido começada a construir em 1962 e a empresa que tinha vencido o concurso fôra  a United States Steel  International. Era portanto natural que tivessem vindo viver para Carcavelos familias americanas.

Vinham e traziam a sua cultura, que no que diz respeito ao desporto, é bem diferente da portuguesa. À s vezes era uma festa que de repente se formava quando saíam à rua familias inteiras munidas de bats, luvas e bolas para jogar ao Baseball. Recebemos assim, os miúdos da Praceta, algo American e que se permitia comparar ao nosso futebol.

Lembro-me de duas irmãs e Conny e a Terry que andavam sempre de shorts e lembro-me do Steve? que foi quem me mudou a vida musical ao falar-me dum grupo que se chamava Beatles. Até entao estávamos mais interessados em aprender asneiras americanas e a ensinar as nossas.  Como reação á minha completa ignorancia e algum desinteresse em musica o rapaz convidou-me a subir ao apartmento dele, uns andares em cima do Café do Atlantico e pôs o “She loves me” a tocar. Pronto, fiquei rendido e ainda hoje o estou!

She loves you, yeah, yeah, yeah
She loves you, yeah, yeah, yeah
She loves you, yeah, yeah, yeah, yeah

You think you lost your love,
When I saw her yesterday.
It’s you she’s thinking of
And she told me what to say.
She says she loves you
And you know that can’t be bad.
Yes, she loves you
And you know you should be glad. ooh!

2 thoughts on “Os americanos

  1. A minha estadia na Praceta coincidiu mais ou menos com a chegada dos primeiros moradores que que por lá apareceram ou seja por volta de 1961-1962 e por lá fiquei até inicio de 1968. Apanhei os Americanos em cheio!
    Lembro-me bem dos jogos de brincadeira de baseball que faziamos na Praceta…às vezes com o nosso amigo Gary Cooper a correr atrás de nós quando a bola ia para cima do jardim e das flores! O pior eram as janelas partidas! Jogávamos amíude em equipas mistas e foi assim que aprendi esse jogo dos US…Nunca mais voltei a jogar. Ás vezes quando vejos jogos na TV imediatamente me lembro deses tempos.
    Os americanos, principalmente os homens, eram grandes frequentadores do café Atlântico do meu pai. Havia um, que quando vinha de Lisboa ao fim da tarde ia ao café e emborcava um copo de aguardente 1920…depois dava uma volta à Praceta e de novo mais um copo…bem segundo o meu pai, este ritual proplongava-se até ele quase estar de gatas e ter que ser levado para casa…

    • Caro João Raminhos, O Gary Cooper também era conhecido pelo oitenta mil e quinhentos (80$50). Era o valor da multa com que nos ameaçava.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.